Frente Parlamentar em Defesa dos Correios

Frente Parlamentar em Defesa dos Correios

Os trabalhadores dos Correios ganharam mais apoio nesta terça-feira (4) para o enfrentamento às ações da ECT, que prometem privatizar a empresa e demitir ecetistas. Parlamentares da Câmara dos Deputados se reuniram com as representações da categoria, na liderança do Partido dos Trabalhadores (PT), para demonstrar solidariedade à causa dos ecetistas.

Este momento é muito importante. A visibilidade vai chegar a todas as regiões do País. Hoje, temos todos os representantes na sala com o objetivo maior de desmentir o que a direção da empresa tem alegado“, comemorou o secretário-geral da FENTECT, José Rivaldo da Silva. O representante ainda relatou aos deputados que a categoria sempre sofreu com a falta de bons salários e, agora, a empresa tenta retirar os benefícios. “Se derem a empresa para nós administrarmos, colocaremos os Correios no rumo da boa qualidade nos serviços“, completou.

A partir do discurso do deputado federal Raimundo Angelim (PT-AC), na Câmara, semana passada, foi protocolado requerimento na casa a fim de contribuir com as ações dos representantes dos trabalhadores também junto aos órgãos públicos. A representatividade parlamentar poderá dar ainda mais força no encaminhamento das denúncias junto aos vereadores, prefeitos, governadores e demais autoridades que possam agregar. É necessário que as entidades promovam atividades junto à população e aos órgãos, em defesa do patrimônio público.

O Presidente da AACB destacou a importância histórica dessa reunião, pela presença dos representantes das mais diversas entidades que representam os trabalhadores dos Correios.

Em um momento decisivo para a história nacional, nós damo-nos as mãos pela preservação da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, símbolo de integração nacional, enraizada em valores do povo brasileiro“. Destacou Jailson.

Para Jailson Pereira, devemos estar vigilantes e dispostos a lutar por nossos empregos e por nossas famílias. Porque é o trabalho fundamento da vida do homem.

Ao lado, Jailson Pereira, Presidente da AACB.

No Acre e em outros estados há municípios que necessitam dos Correios porque não contam com internet ou outros meios de comunicação. Fui procurado pelo sindicato da minha região, fiz o requerimento e consegui 11 assinaturas. Protocolamos e queremos aprovar até amanhã, para uma audiência com o ministro e as entidades representativas“, contou o deputado Angelim.

Maria do Rosário, do PT do Rio Grande do Sul, validou o posicionamento da federação e reafirmou a necessidade de atingir todos os estados brasileiros com ações em favor dos trabalhadores. “Temos que agir com coerência, lá e aqui. Pressionar também por dentro das bancadas, cada deputado, independente de sigla partidária”, destacou.

Ela ainda lembrou que a ideia de serviço postal privatizado é minoritária no mundo. “A própria FEDEX utiliza serviços dos Correios no nosso país. Eles estão de olho no lucro. Não há política de privatização sem demissões”, ressaltou.

Ao lado, o Exmo. Deputado Federal Leonardo Monteiro e Jailson Pereira, Presidente da AACB.

O deputado Geraldo (PT-PA) acrescentou que, quem mais perde com o desmonte dos Correios é a sociedade, que utiliza os serviços da empresa. Daniel de Almeida (PCdoB-BA) acredita na força da categoria. “Os Correios têm melhores condições de enfrentar a privatização. Há credibilidade e confiança em cada comunidade. Temos que usar a criatividade para resistir, com campanhas de comunicação esclarecedoras, por exemplo“, disse.

Todas as representações, juntas, encaminharam a ideia de montar um comitê para gerenciar as próximas ações, com campanhas publicitárias nas redes sociais, junto à mídia e à população. A Frente Parlamentar em Defesa dos Correios também estará junta aos representantes.

As representações unidas na luta unificada encaminharam a proposta de lançar campanhas de conscientização da população para os problemas que os Correios vêm enfrentando nos últimos dias. É preciso dar resposta à população para a queda na qualidade dos serviços prestados, diante da sobrecarga de trabalho diária que os ecetistas enfrentam. É preciso maior apoio dos deputados e senadores, representantes da população, de todos os partidos, na defesa da ECT. Daniel de Almeida (PCdoB-BA) acredita na força da categoria. “Os Correios têm melhores condições de enfrentar a privatização. Há credibilidade e confiança em cada comunidade. Temos que usar a criatividade para resistir, com campanhas de comunicação esclarecedoras, por exemplo”, disse.

Ao lado, Exma. Deputada Federal Maria do Rosário e Jailson Pereira, Presidente da AACB.

Jailson Pereira, presidente da AACB, declarou, em declaração à Frente Parlamentar em Defesa dos Correios que o patrimônio nacional deve ser preservado. Para que isso ocorra, cada brasileiro precisa mobilizar-se em prol do pensamento cívico em favor da democracia.

Mais do que lutar por uma estatal, lutar pelos Correios é preservar os valores do povo brasileiro. Para Jailson Pereira, devemos deixar para nossos filhos e netos esse patrimônio tão arduamente conquistado pelo Brasil.

Semelhantemente, Jailson discorreu sobre a necessidade de proteger empresas como a Petrobrás, sonho de toda uma geração de brasileiros.

Precisamos lutar pela manutenção do patrimônio nacional e deixar esse legado para nossos filhos e netos“. Concluiu Jailson.

Ao lado, Exmo. Deputado Federal Vicentinho e Jailson Pereira, Presidente da AACB.

As entidades de Correios presentes na reunião foram FENTECT, Findect, Adcap, AACB, Maria Maria e Anatect. Entre os parlamentares participaram : Leonardo Monteiro (PT-MG), Angelim (PT-Acre), Daniel de Almeida (PC do B – BA), Geraldo (PT-PA), Maria do Rosário (PT-RS), Vicentinho (PT/SP).

Audiência Pública na Câmara Debate a Situação dos Correios Políticas Públicas e Negócios
Your Comment

Leave a Reply Now

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Precisa de ajuda? Converse conosco