Audiência no Senado destaca motivação dos ecetistas e o respeito aos brasileiros

Nesta terça-feira (6), houve nova audiência pública com o tema “A situação da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, que planeja promover demissão de funcionários e reduzir sua rede de atendimento e de serviços nos estados e municípios”. Dessa vez, foi o Senado Federal que abriu as portas para receber as representações dos trabalhadores, para que pudessem expor a realidade da estatal.

Caso o Youtube esteja indisponível, clique aqui.

O Presidente da Associação dos Analistas de Correios do Brasil – AACB, Sr. Jailson Pereira, defendeu que a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos é uma Autarquia Pública e conclamou a todos os brasileiros a preservarem esse patrimônio nacional.

Para Jailson, os Correios são instrumento de políticas públicas e agentes da integração nacional. Jailson demonstrou que  a ECT possui tanto personalidade de empresa, quanto de ente autárquico, herdados da transformação do DCT em ECT, quando do Regime de exceção que se instaurou no Brasil na década de 60

Ouça a reportagem de Marcela Diniz, da Rádio Senado.

[player id=1384]

Trata-se de iniciativa do requerimento RDR 22-2017, do senador Paulo Rocha (PT-PA), e da senadora Fátima Bezerra (PT-RN), presidente da Comissão de Desenvolvimento Regional e Turismo, onde foi realizado o debate de hoje. O objetivo, conforme o senador Rocha, é que a ECT, uma das instituições de maior credibilidade no país, mantenha a integração nacional. “Ela é um patrimônio vital. Faço apelo: não mexam com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos, no sentido de privatizá-la. Nós queremos avançar para que seja 100% pública, de qualidade, eficiência, com respeito à população”, ressaltou a senadora do Rio Grande do norte.

Felicitações aos Empregados dos Correios Pelos Correios, Audiência na Câmara dos Deputados em 30/05/2017
Your Comment

Leave a Reply Now

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Precisa de ajuda? Converse conosco