Correios como instrumento de integração nacional

Jailson participou, nesta terça-feira (26), de uma audiência pública realizada na Câmara dos Deputados. O encontro debateu a demissão de funcionários e o fechamento das agências da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). A audiência foi convocada pela Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público da casa, que é presidida pelos deputados Leonardo Monteiro (PT-MG) e Glauber Braga (PSOL-RJ).

O Presidente da AACB, Jailson Pereira, defendeu a manutenção dos empregos dos trabalhadores dos Correios e a recuperação da estatal, que é instrumento de integração nacional e de desenvolvimento econômico.

Jailson esclareceu que uma empresa que emite mais de 6 bilhões de reais em antecipação de dividendos não pode ser considerada deficitária, o que torna falaciosa o uso da tese de demissão motivada por questões econômicas.

A União é o agente controlador dos Correios, portanto, é o responsável maior pela Empresa. Assim, a autoridade constituída deve sim tomar as medidas para recuperar os dividendos que foram emitidos além dos limites que preconizam as boas práticas de governança e os normativos internos, independente de bandeiras partidárias. É dever do Estado zelar pelo patrimônio público e pelo bem estar do povo brasileiro. (Por Jailson Pereira)

Jailson enfatizou que os Correios são equiparados à fazenda pública, e, portanto, são de fato uma autarquia, motivo pelo qual uma visão meramente economicista é danosa ao povo brasileiro, dependente desse instrumento de integração e desenvolvimento nacionais.

Também participaram da audiência os deputados Maria do Rosário (PT-RS), Erika Kokay (PT-DF), Vicentinho (PT-SP), Bohn Gass (PT-RS). Além da FENTECT, participaram representantes da, FAAC, AACB, ANATEC, FINDECT, e os líderes sindicais ligados aos trabalhadores dos Correios em todo o Brasil.

Jailson em Defesa dos Aposentados Aprovação do PL 6385/2016
Your Comment

Leave a Reply Now

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Precisa de ajuda? Converse conosco