Frente Ampla Todos Pelos Correios Na CLDF

Frente Ampla Todos Pelos Correios Na CLDF

Nesta terça-feira (1/10), o SINTECT/DF participou da audiência pública “Em Defesa dos Correios” na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), realizada em conjunto com o deputado distrital Fábio Félix (PSOL-DF). Mais um debate informativo contra a privatização da estatal. “A desinformação faz parte do processo de desqualificação dos Correios pelo governo federal de Bolsonaro”, alertou o parlamentar do PSOL.

Amanda Corcino, presidente do SINTECT/DF, relatou sobre a importância social dos Correios em 356 anos, para os 5570 municípios do Brasil. Para manter a qualidade dos serviços, um quadro defasado, que já contou com 128 mil trabalhadores, e hoje tem apenas 99 mil, sem concurso público desde 2011.

“Empresas privadas não garantem o serviço em lugares mais afastados do país, sem contar que temos uma das menores tarifas do mundo e mais competitivas”, acrescentou. Amanda ainda ressaltou que o monopólio dos Correios é apenas para entrega de cartas, no setor de encomendas já existe a concorrência no país.

Para a deputada federal Érika Kokay (PT- DF), está claro que o presidente da República e seus aliados não querem um projeto de desenvolvimento para o Brasil. Segundo o secretário-geral da FENTECT, José Rivaldo, este momento será vitorioso apenas com o levante da classe trabalhadora. “Não há uma decisão que caminhe rumo a melhorias (do governo Bolsonaro), mas uma agenda totalmente negativa, tanto quanto à retirada de direitos e à precarização dos serviços postais. A ficha precisa cair antes que seja tarde”, alertou Rivaldo.

E a entrega dos Correios vai além das cartas e encomendas, existe também, na essência, para ajudar na saúde e educação, com a entrega de medicamentos e livros didáticos, por exemplo, bem como auxilia no Enem, nas eleições políticas e no acesso à cultura. “Consegue imaginar as urnas eleitorais sendo entregues por uma empresa privada? Qual a credibilidade disso?”, questionou Amanda.

Na apresentação do SINTECT/DF, a presidente pontuou a arrecadação dos Correios de R$ 20 bilhões em 2018 e ascensão da qualidade operacional a patamares de excelência desde o segundo trimestre do mesmo ano. Além disso, ressaltou a importância dos Correios para o e-commerce no país. Somados, esses pontos mantêm a empresa como a terceira instituição mais confiável para os brasileiros, atrás apenas da família e dos bombeiros.

“Temos o dever se brigar pela Eletrobras, Petrobras e outros serviços públicos. O papel mais importante dos Correios e essas empresas é o social, de integração. Os Correios são patrimônio do povo brasileiro”, finalizou a presidente do SINTECT/DF.

Entre os encaminhamentos da audiência pública, o deputado Fábio Félix sugeriu: criar uma frente parlamentar em defesa dos Correios também no âmbito da Câmara Legislativa do DF e produzir, a partir da casa, um requerimento de informação para a superintendência regional dos Correios, solicitando dados sobre o impacto da implantação do DDA e qual o plano de desestatização da empresa.

Fonte: Sintect DF

Aprovação do Projeto de Fidelização Postal na CTASP Greve Geral Suspensa
Your Comment

Leave a Reply Now

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Precisa de ajuda? Converse conosco